País

Oficiais de justiça ameaçam fazer greve total na altura das eleições autárquicas

Oficiais de justiça continuam em greve parcial por melhores condições de trabalho e se nos próximos 20 dias não houver resposta por parte do Ministério da Justiça ameaçam fazer greve total na altura das eleições autárquicas.

Os oficiais de justiça continuam em greve parcial. Garantem que são os únicos do setor judicial que ainda não viram o estatuto revisto.

Durante uma hora deixam os postos de trabalho para pedirem melhores condições. Queixam-se da falta de valorização e das horas a mais que não são pagas.

Se o silêncio do Ministério da Justiça se mantiver admitem uma greve total, que pode pôr em causa as eleições autárquicas, que devem acontecer no final do verão.

A greve dos oficiais da justiça vai continuar pelo menos mais 20 dias.