País

Hospital de S. João lidera projeto pioneiro para digitalizar informação clínica dos utentes

Objetivo é facilitar o trabalho dos médicos.

O hospital de São João, no Porto, lidera um projeto pioneiro para digitalizar a informação clínica dos utentes. O objetivo é facilitar a tarefa dos médicos e acabar com os registos em papel.

O histórico dos utentes do hospital São João deixa de estar apenas em papel. Agora, os registos clínicos começam a ficar disponíveis para os médicos em suporte digital.

O arquivo digitalizado está disponível 24 horas por dia, o que melhora o acesso aos registos clínicos que estão em papel, preservados no hospital desde 1959.

O projeto começou há cerca de quatro anos e o objetivo é que seja alargado a outros hospitais.

A digitalização já permitiu melhorar a gestão dos espaços de arquivo e libertou três zonas do hospital, que estão agora alocadas a áreas de distribuição do fardamento, vestiários e à nova Ressonância Magnética.