País

Psicólogo Mauro Paulino considera que desaparecimento do Noah tem aspetos invulgares

Mauro Paulino explica o que se vai passar nas próximas horas no sentido de apurar os factos.

O caso do pequeno Noah tem aspetos invulgares, desde logo a idade do menino e o tempo que esteve desaparecido.

O psicólogo forense Mauro Paulino sublinha que nas próximas horas vão ser feitos exames médico-legais que podem confirmar a tese de desaparecimento acidental ou abrir outras hipóteses de investigação.

Noah, a criança de dois anos e meio que estava desaparecida desde quarta-feira em Proença-a-Velha, foi encontrado esta quinta-feira, pouco antes das 20:00.

A criança terá desaparecido na quarta-feira da casa dos pais, situada a cerca de 1,5 quilómetros do núcleo central de Proença-a-Velha, entre as 05:00 e as 08:00. Mais de 36 horas depois, foi encontrada com vida numa das zonas de busca.

  • 1:57