País

SIC e Expresso vencem Prémio AMI com reportagem sobre "Luanda Leaks"

DR

As duas Grande Reportagens contam a história de um bairro pobre para onde foram deslocadas mais de 500 famílias devido a um projeto de renovação urbana a que Isabel dos Santos esteve ligada.

As reportagens sobre “Luanda Leaks”, realizadas pela SIC e pelo Expresso no âmbito da grande investigação aos negócios de Isabel dos Santos foram galardoadas com o Prémio AMI – Jornalismo Contra a Indiferença.

Os trabalhos da autoria de Luís Garriapa (SIC Notícias) e Micael Pereira (Expresso) conquistaram o primeiro lugar da 23.ª edição do Prémio AMI. As duas Grandes Reportagens - "Luanda Leaks: os desalojados da Areia Branca" e "A cidade que Isabel dos Santos deixou para trás" - e contam a história de um bairro pobre, em Luanda, para onde foram deslocadas mais de 500 famílias devido a um projeto de renovação urbana a que Isabel dos Santos esteve ligada.

Também o Canal 11 foi distinguido com o prémio por uma série de reportagens que focam o problema do racismo e da xenofobia no futebol. O trabalho é da autoria da jornalista Bárbara Baldaia.

O Expresso recebeu ainda uma menção honrosa pela reportagem de Ana França e Sofia Miguel Rosa, “Os Devolvidos”, que relata os problemas de expulsão dos migrantes à porta da União Europeia, sem que lhe seja dada oportunidade de pedir asilo.

Foram ainda destacados com menção honrosa a série de reportagens sobre refugiados climáticos “A Serpente, o Leão e o Caçador” de Margarida David Cardoso, do Fumaça, e o trabalho de Catarina Canelas, da TVI, intitulada “Plástico, o Novo Continente”.

Especial Luanda Leaks