País

Trabalhadores da limpeza do Hospital Garcia de Orta em protesto

Empregados alertam para o impacto da perda de rendimentos.

Reuniram-se esta quarta-feira, no segundo dia de protesto, à porta do Hospital Garcia de Orta, em Almada. Os trabalhadores da limpeza exigem a atualização do subsídio de alimentação, o pagamento a 200% do trabalho prestado ao feriado e o fim do trabalho precário.

Os trabalhadores da Talenter, que exercem funções no SUCH-Serviço de Utilização Comum dos Hospitais fazem esta semana uma Jornada Nacional de Luta com quatro dias de greve (4, 5, 7 e 9 de julho).

As paralisações arrancaram em maio, mas até ao momento o problema permanece.

Veja também: