País

Ministra da Saúde reconhece que há muito por fazer quando confrontada com falta de médicos de família

Marta Temido foi confrontada com promessa Governo, feita há cinco anos, de haver um médico especilista para cada utente.

Mais de um milhão de portugueses continuam sem médico de família. Algo que não acontecia desde 2016, altura em que o Governo prometia um médico especilista para cada utente já em 2017.

Esta quarta-feira, no Parlamento, Marta Temido foi confrontada com essa promessa feita pelo Governo, há cinco anos. A ministra, tal como António Costa em 2020, reconhece que há muito por fazer.

Cerca de 230 médicos do Serviço Nacional de Saúde aposentaram-se este ano até maio, dos quais 131 eram especialistas em medicina geral e familiar, revelou a ministra da Saúde. Segundo disse Marta Temido aos deputados da comissão parlamentar de Saúde,, em 2019 aposentaram-se 409 médicos, no ano passado foram 653 e, até maio deste ano 231.

VEJA TAMBÉM: