País

Dois mortos e 11 feridos em incêndio em prédio de Lisboa

Duas pessoas morreram e 11 ficaram feridas, quatro com gravidade, num incêndio que deflagrou na noite de sexta-feira num prédio na rua Morais Soares, em Arroios.

Em declarações aos jornalistas, Bruno Borges, do INEM, disse que há 13 vítimas a registar do incêndio. De acordo com o médico, as duas vítimas mortais são do sexo masculino.

As autoridades desconhecem a origem do fogo, que deflagrou no vão das escadas do edifício, tendo alastrado a todos os andares.

O alerta foi dado por volta das 22:50. No local estiveram 80 operacionais apoiados por 40 viaturas. Segundo a Proteção Civil, o fogo foi controlado cerca da meia-noite.

Uma das vítimas saltou da janela, outra morreu carbonizada no interior

Uma das vítimas mortais terá morrido após saltar da janela do segundo andar do prédio. Segundo as autoridades, a segunda vítima terá morrido carbonizada no interior do edifício.

Sobre os quatro feridos graves, Bruno Borges adiantou que foram encaminhados para o hospital de São José, sendo que um deles se encontra "com prognóstico muito reservado", devido a queimaduras da via aérea.

Contabilizando ainda mais sete feridos ligeiros, o INEM esclareceu que foram encaminhados para os hospitais de São José e Santa Maria, em Lisboa, devido a pequenos traumas e inalação de fumos.

Entre os feridos ligeiros está um elemento do Regimento de Sapadores de Lisboa e vários elementos da corporação foram assistidos, sobretudo devido a inalação de fumo.

Pelas 00:45, encontravam-se 80 operacionais e 40 veículos no local, de acordo com o comandante do Regimento de Sapadores Bombeiros de Lisboa, Tiago Lopes.

Segundo a Proteção Civil, dois moradores do edifício foram realojados enquanto decorrem trabalhos de rescaldo.

  • 2:29