País

"Festa que se faz na praça pública": advogado critica condução do processo Cartão Vermelho 

As declarações de António Pinto Pereira, advogado de Direito Penal.  

O advogado de Direito Penal, António Pinto Pereira, critica a forma como está a ser conduzido o processo Cartão Vermelho, no qual quatro pessoas foram detidas, incluindo Luís Filipe Vieira.

O advogado diz que em fase de investigação é excessivo manter os arguidos detidos.

"Isto é uma festa que se faz na praça pública (...) Que se investigue o homem e se leve a julgamento."

Luís Filipe Vieira foi esta manhã ouvido no Tribunal Central de Instrução Criminal em Lisboa. O interrogatório, no âmbito do processo Cartão Vermelho, durou cinco horas e terminou às 14:15.

O advogado de Luís Filipe Vieira entende que as declarações prestadas ao juiz Carlos Alexandre são suficientes para ilibar o presidente do Benfica.

À saída do Tribunal Central de Investigação Criminal, Magalhães e Silva diz não concordar se for decretada a prisão preventiva.