País

Líder do CDS pede união na oposição ao PS

Já Nuno Melo critica a liderança de Francisco Rodrigues dos Santos.

Recomeçou a luta pela liderança do CDS. Nas jornadas parlamentares do partido, o eurodeputado Nuno Melo criticou duramente a liderança de Francisco Rodrigues dos Santos e disse que está no partido "para lutar". O presidente do CDS respondeu com um apelo a todos, para estarem juntos contra o Partido Socialista.

Depois de muitas hesitações, o antigo vice-presidente de Paulo Portas foi às jornadas parlamentares do CDS disponibilizar-se para o combate pela liderança do partido.

Sem nunca citar o adversário interno, Francisco Rodrigues dos Santos fez um apelo intransigente de unidade contra o Governo.

Nuno Melo acusa o líder de dividir o partido para reinar: "O esforço de agregar um partido nasce do topo".

"Era suposto que a oposição se notasse muito mais", afirma ainda.

Rodrigues dos Santos não responde à letra. Insiste apenas no único caminho de que aceita falar.

À procura do foco, Rodrigues dos Santos já tem à espera Nuno Melo no congresso depois das autárquicas.