País

Centro do SEF na prisão de Caxias suspenso. MAI confirma recuo na decisão

Eduardo Cabrita diz que ideia não surgiu no Ministério da Administração Interna. 

Uma parte da prisão de Caxias já não vai ser utilizada como centro temporário para imigrantes.

A garantia foi dada esta quarta-feira pelo ministro da Administração Interna.

Eduardo Cabrita diz que a hipótese esteve em desenvolvimento porque havia uma decisão judicial que indicava essa solução.

A colocação de imigrantes em situação irregular na prisão de Caxias mereceu críticas de vários partidos políticos, organizações não-governamentais da sociedade civil e católicas.