País

Partidos da oposição apontam falta de investimento no SNS

Insistem que é preciso mais investimento e contratação de profissionais para responder às necessidades.

O Serviço Nacional de Saúde foi um dos temas que marcou o debate do Estado da Nação, esta quarta-feira, na Assembleia da República, com o Bloco de Esquerda e o PSD a insistirem que é preciso mais investimento e contratação de profissionais para responder às necessidades.

Para Catarina Martins, "ainda bem" que Costa reiterou "o compromisso com mais contratações de SNS", mas "o número que o Governo vem repetindo é exatamente o mesmo" identificado antes da pandemia de covid-19.

"O SNS vai precisar mais do que nós tínhamos pensado. É por isso que o que o Governo propõe agora não chega porque o Governo o que diz é que agora vai começar a executar o que estava pensado antes da pandemia quando o SNS está exaurido", alertou.

António Costa explicou que por saber que os "números de profissionais são necessários, aquelas contratações que foram precárias podem tornar-se vinculadas mediante os concursos que neste momento já estão abertos e que permitem a integração de todos eles".

"Estamos a cumprir o que está no Orçamento do Estado", assegurou o primeiro-ministro.