País

Três principais figuras do Estado não estiveram no funeral de Otelo Saraiva de Carvalho

Despedida foi privada e teve honras militares.

Otelo Saraiva de Carvalho foi cremado esta quarta-feira numa cerimónia privada, apenas para a família e amigos chegados. Mesmo assim, uma centena de pessoas despediu-se do estratega do 25 de abril a cantar a "Grândola Vila Morena".

A última despedida foi privada e com honras militares.

Tanto na Academia Militar, em Lisboa, de onde o corpo partiu para o crematório de Alcabideche, em Cascais, houve homenagens, cravos vermelhos e agradecimentos.

A decisão do governo de não decretar luto nacional continua a magoar quem esteve com Otelo.

Otelo Saraiva de Carvalho morreu aos 84 anos.

No dia do funeral não contou com as três principais figuras do Estado. Foram apenas ao velório.

Veja também: