País

Propostas de reformas estruturais do PSD são "a melhor forma de vincar as diferenças face ao PS"

O presidente do Partido Social Demovtara (PSD), Rui Rio, durante a apresentação da proposta para reforma do sistema eleitoral, na Casa Municipal da Cultura de Pedrógão Grande

SÉRGIO AZENHA

Rui Rio não acredita que PS esteja disponível para negociar reformas estruturais

Rui Rio não acredita que o PS venha a negociar com o PSD as reformas do sistema eleitoral e da Constituição.

Numa entrevista ao jornal Expresso, publicada hoje, Rio diz que quando chegou ao partido disponibilizou-se para fazer as reformas necessárias ao país, com os socialistas, mas agora diz que a posição mudou e que decidiu apresentar as propostas dos sociais-democratas para ver se os partidos votam e se querem negociar.

Na mesma entrevista, Rui Rio admite que precisa dos votos do PS para aprovar as reformas e garante que, se isso não acontecer, cabe ao PSD explicar aos portugueses que não há mudanças no sistema político e na Constituição porque o PS não quer.