País

Vai ser construído um mercado municipal no local do prédio Coutinho

Obra de demolição foi adjudicada.

Em setembro, o prédio Coutinho, em Viana do Castelo, vai começar a ser demolido. Esta segunda-feira, foi assinado o contrato da empreitada que põe fim a uma longa batalha jurídica com mais de 20 anos.

Construído na década de 70, o Edifício Jardim, mais conhecido como prédio Coutinho, vai desaparecer do centro histórico de Viana do Castelo. Foram precisos mais de 20 anos para chegar aqui: ao dia da adjudicação da empreitada de demolição.

A demolição do edifício foi decidida no ano 2000, ao abrigo do programa Polis.

As cerca de 300 pessoas que viviam nos 13 andares tiveram que entregar as chaves de casa e negociar realojamentos ou indemnizações. Foi uma longa batalha judicial que culminou no verão de 2019 com o finca pé de uma dezena de moradores.

Os resistentes acabariam por ceder, mas cinco moradores ainda não chegaram a acordo com a Vianapolis.

Com o prédio Coutinho fora da paisagem, Viana vai candidatar o Centro Histórico a Património Mundial.

As obras de desconstrução começam em setembro. No lugar do prédio Coutinho vai surgir um mercado municipal, que deve ser inaugurado até ao final de 2023.