País

Aumenta o vandalismo com as bicicletas GIRA, registados mais de 100 casos nos últimos 15 dias

EMEL diz que casos são motivados por prazer.

O número de casos de vandalismo na utilização das bicicletas GIRA, em Lisboa, tem vindo a aumentar. Nas últimas duas semanas, foram registados mais de 100 casos.

As estações da Gare do Oriente, Praça do Município e Terminal de Cruzeiros são as mais afetadas.

Com o problema a aumentar, a EMEL, empresa responsável pela manutenção das bicicletas, está já a implementar medidas. Algumas delas passam pelo trabalho em parceria com a PSP.

Já foram apresentadas 47 queixas nas autoridades e instaurados dois processos em tribunal.

A Rede de Bicicletas Partilhadas de Lisboa conta com quase 1.000 transportes e mais de 90 estações espalhadas pela capital.