País

Relatório aponta erro humano e atribui responsabilidades à IP no acidente do Alfa Pendular em Soure

Tiago Romão

Tiago Romão

Editor de Imagem

Já são conhecidas as conclusões do relatório final do Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves e de Acidentes Ferroviários.

O relatório da investigação ao descarrilamento do Alfa Pendular em Soure, em julho de 2020, aponta erro humano, mas também responsabiliza a Infrestruturas de Portugal (IP).

O acidente entre um Alfa Pendular e um veículo de conservação de catenária (VCC) deu-se a 31 de julho de 2020.

No comboio seguiam 212 passageiros, no sentido sul-norte, com destino a Braga. Do acidente resultaram dois mortos, os trabalhadores da Infraestruturas de Portugal que estavam no VCC, e 44 feridos, três dos quais graves.

A IP rejeita qualquer responsabilidade.