País

Produtores de maçã de Armamar investem em canhões antigranizo

Concelho tem na fruta o principal motor da economia.

Os produtores de maçã de Armamar estão a investir em canhões antigranizo para evitar os prejuízos que registam quase todos os anos devido ao mau tempo.

Ao todo vão ser instalados 48 canhões antigranizo no concelho. O projeto é da responsabilidade da cooperativa agrícola e da associação de fruticultores de Armamar. O investimento de 2 milhões de euros vai ser pago em 10 anos pelos produtores.

Será um combate diário para que saiam todos os anos entre 90 a 100 mil toneladas de maçãs imaculadas de concelho com dois mil hectares de pomares.

Apesar dos seguros e muitos já apostarem nas coberturas dos pomares, os produtores consideram que esta é a solução mais rápida e económica para continuarem a produzir sem sobressaltos. Com estas torres antigranizo fica protegida toda a área produtiva do concelho.