País

Medicina Geral e Familiar é a que tem maior número de vagas para assistente graduado sénior

Consulte aqui o número de vagas noutras especialidades.

A área da Medicina Geral e Familiar é a mais representada no conjunto das 250 vagas referentes à categoria superior de assistente graduado sénior, com 31 postos de trabalho, segundo o despacho publicado em Diário da República.

De acordo com o documento, destas 32 vagas, 11 são na Administração Regional de Saúde (ARS) de Lisboa e vale do Tejo, oito na ARS Centro, cinco na ARS Algarve, três na ARS Norte e duas na Unidade Local de Saúde Guarda, E. P. E.

Há ainda uma vaga para assistente graduado sénior em Medicina Geral e Familiar na ARS Alentejo, outra na Unidade Local de Saúde Baixo Alentejo, e uma última na Unidade Local de Saúde Norte Alentejano.

Na área da Medicina Interna há 24 vagas para a categoria de assistente graduado sénior, na especialidade de Cirurgia Geral 17, na Pediatria 16 e na Saúde Pública e na Anestesiologia 15 vagas cada.

Na especialidade de Ginecologia/Obstetrícia o concurso para assistentes graduado sénior apresenta 12 vagas, na Ortopedia e na Patologia Clínica 11 vagas cada, em Ortopedia são nove e em Oncologia Médica são sete.

O despacho que determina que a distribuição dos 250 postos de trabalho referentes à categoria superior de assistente graduado sénior atribui seis vagas à especialidade de Neurologia, cinco à Medicina Física e da Reabilitação, outras cinco em Medicina Intensiva e o mesmo número a Otorrinolaringologia, Psiquiatria e Pneumologia.

A especialidades de Oftalmologia, Imuno-hemoterapia, Hematologia Clínica e Endocrinologia e nutrição contam com quatro vagas cada.

Com três vagas para assistente graduado sénior aparecem as especialidades de Anatomia Patológica, Cirurgia Pediátrica, Dermatovenereologia, Doenças infecciosas, Radiologia, Radioncologia, Neurorradiologia e Gastrenterologia.

Cardiologia, Estomatologia, Imunoalergologia e Neurocirurgia contam com duas vagas cada e, com uma vaga para assistente graduado sénior, surgem as especialidades de Reumatologia, Psiquiatria da infância e da adolescência, Medicina nuclear, Medicina do trabalho, Cirurgia cardiotorácica, Cardiologia pediátrica e Angiologia e cirurgia vascular.

Veja também:

  • Esqueçam o atrás...

    Tenham noção

    O recado de Rodrigo Guedes de Carvalho sobre redundâncias. Tenham noção que dizer ou escrever "há cinco anos atrás", "subir para cima" ou "descer para baixo" é desnecessário.

    SIC Notícias