País

Estão em fuga os suspeitos do homicídio de um jovem no Metro das Laranjeiras

Seriam conhecidos da vítima.

Um jovem foi esfaqueado mortalmente esta quarta-feira na estação de Metro das Laranjeiras, em Lisboa. Ainda não são conhecidas as identidades dos presumíveis homicidas nem os motivos, embora se suspeite de roubo. Os suspeitos encontram-se a monte.

O local do crime esteve encerrado durante mais de quatro horas e a investigação está a cargo da Polícia Judiciária.

O crime ocorreu às 13:17, na Linha Azul, que funciona entre Santa Apolónia e a Reboleira.

A vítima terá sido esfaqueada primeiro no pescoço, à porta da estação onde já entrou ferida, sendo perseguida pelos dois atacantes, que a terão esfaqueado de novo no abdómen.

Testemunhas disseram que o corpo terá caído à linha tendo sido retirado para a plataforma por populares, onde veio a falecer. O corpo foi retirado e levado numa ambulância, por bombeiros, três horas depois.

No local estiveram elementos da PSP e da Polícia Científica da Judiciária. A PJ já tem em sua posse as imagens de vigilância, disponibilizadas pela administração do Metro de Lisboa.

Os suspeitos seriam conhecidos da vítima, mas desconhecem-se, para já, os motivos deste ataque com arma branca.

Veja também:

  • Esqueçam o atrás...

    Tenham noção

    O recado de Rodrigo Guedes de Carvalho sobre redundâncias. Tenham noção que dizer ou escrever "há cinco anos atrás", "subir para cima" ou "descer para baixo" é desnecessário.

    SIC Notícias