País

Cães e gatos retirados de abrigo ilegal em Santa Maria da Feira

Eurico Bastos

Eurico Bastos

Repórter de Imagem

GNR e veterinário municipal comprovaram falta de condições do abrigo e estado de subnutrição de alguns animais.

Todos os animais foram sendo retirados do local ao longo da tarde de terça-feira. Uma decisão do veterinário municipal de Santa Maria da Feira e dos militares do Núcleo de Proteção Ambiental, da GNR.

Depois de fiscalizarem o abrigo ilegal, comprovaram o estado de subnutrição de alguns dos animais e as más condições de higiene do espaço.

No abrigo de Canedo estavam 32 cães e alguns gatos, uns presos, outros à solta, dentro e fora da propriedade. Foram ainda encontrados cadáveres de 3 gatos.

A GNR entrou, depois de ter sido alertada por um grupo de ativistas, preocupado com alegados maus-tratos e abandono dos animais.

Em fevereiro passado, a proprietária recebeu ordem da Direção Geral de Alimentação e Veterinária, para encerrar o alojamento de animais de companhia sem fins lucrativos.

Todos os animais serão agora realojados no canil municipal de Santa Maria da Feira e numa Associação de Defesa dos Animais, a MIDAS. Os factos, diz a GNR, seguem para o Tribunal Judicial de Santa Maria da Feira.

O abrigo já tinha sido notícia em julho do ano passado, na altura, cerca de 150 ativistas fizeram um protesto à porta. A autarquia da Feira e o veterinário municipal não encontraram na altura indícios de maus tratos, mas confirmaram a falta de condições e retiraram alguns cães do abrigo ilegal.

  • Esqueçam o atrás...

    Tenham noção

    O recado de Rodrigo Guedes de Carvalho sobre redundâncias. Tenham noção que dizer ou escrever "há cinco anos atrás", "subir para cima" ou "descer para baixo" é desnecessário.

    SIC Notícias