País

Rádio para reclusos em Portugal? Projeto já existe na Noruega e é um sucesso 

Rádio para reclusos em Portugal? Projeto já existe na Noruega e é um sucesso 

O objetivo é ajudar à reinserção e aproximar cada vez mais os reclusos do mundo lá fora. 

As prisões em Portugal podem vir a ter uma rádio. O projeto pioneiro em todo o mundo já foi implementado com sucesso na Noruega e os fundadores querem agora replicá-lo nas cadeias nacionais. 

O objetivo é ajudar à reinserção e aproximar cada vez mais os reclusos do mundo lá fora, tal como já fazem algumas associações portuguesas como a Reshape. 

Fernando Ribeiro cumpre pena na prisão de Caxias há quase quatro anos e faltam-lhe ano e meio para sair. A cerâmica, diz, transformou-o noutra pessoa. As peças que produz estão à venda online e é assim que garante um salário.  

Procurar soluções que facilitem o caminho à reinserção e ao mercado de trabalho de quem está ou esteve preso é uma das missões da Reshape. 

Para se esbater as diferenças, na Noruega faz-se rádio entre as grades. Os reclusos partilham experiências, receios, angústias, novas competências adquiridas e objetivos a alcançar dentro e fora da prisão. 

Na Noruega, o programa com dezenas de milhares de ouvintes regulares é transmitido numa estação nacional, a única rádio de prisão do mundo. 

A fundadora, filha de mãe norueguesa e pai iraniano, esteve esta semana em Portugal, convidada a falar sobre o sucesso da iniciativa na reintegração dos reclusos. 

Em breve, o projeto pode ser replicado em Portugal. 

Últimas Notícias
Mais Vistos