País

SIRESP deixa de pagar aos fornecedores que fazem operação e manutenção da rede

SIRESP deixa de pagar aos fornecedores que fazem operação e manutenção da rede

Esta é a rede de emergência usada por polícias, bombeiros, INEM e Proteção Civil.

Loading...

O SIRESP deixou de pagar aos fornecedores que fazem a operação e manutenção da rede.

De acordo com o Jornal Expresso, até ao final deste mês, caso não seja feita qualquer injeção de capital, as verbas em falta podem atingir os 15 milhões de euros.

O problema foi parcialmente identificado no relatório e contas da empresa que gere o SIRESP, que passou a ser controlada pelo Estado em 2019, depois das falhas em Pedrógão Grande.

Para pagar aos fornecedores, que fazem a operação e a manutenção da rede, a antiga administração, substituída em março, alertou o Governo da falta de um contrato de prestação de serviço público celebrado com o Estado. Sem financiamento deixou de pagar aos grandes fornecedores. Em fevereiro, uma destas empresas já se queixava de 1,5 milhões de euros em falta.

Últimas Notícias
Mais Vistos