País

Chamadas anónimas voltaram a aumentar, saiba como exigir a identificação do número

Loading...

O número de pedidos de identificação de chamadas anónimas voltou a subir em 2021 depois de em 2020 ter diminuído.

O número de chamadas indesejadas continua a aumentar em Portugal. Só no ano passado foram realizados mais de 300 pedidos de identificação de chamadas anónimas.

O número de pedidos de identificação de chamadas anónimas voltou a subir em 2021 depois de ter diminuído no ano anterior. Segundo dados da Comissão Nacional de Proteção de Dados (CNPD), divulgados pelo Jornal de Notícias, no ano passado foram registados 303 pedidos de levantamento da confidencialidade de números telefónicos usados em chamadas anónimas, mais 48 do que em 2020.

Uma grande parte da população não tem conhecimento que pode exigir que um número desconhecido possa ser identificado. Para isso é apenas necessário que se apresente um pedido à operadora, que posteriormente o fará chegar à Comissão Nacional de Proteção de Dados.

Durante um período de 30 dias, a operadora é obrigada por lei a levantar a confidencialidade em relação ao autor do telefonema.

Se a CNPD nada fizer, é ainda possível apresentar queixa contra desconhecidos junto da polícia. As chamadas de telemarketing são excluídas desta norma, contudo têm de ser previamente autorizadas por quem as recebe.

Últimas Notícias
Mais Vistos