País

Enfermeiros das urgências dos hospitais do Algarve atingem exaustão extrema, diz sindicato

Loading...

Desde o início do ano já acumularam 7.600 horas extraordinárias.

Os enfermeiros que trabalham nas urgências dos hospitais do Algarve dizem ter atingido a exaustão extrema, acumulando 7.600 horas extraordinárias desde o início do ano.

Numa altura de pico de afluência, queixam-se de que muitos estão a abandonar o Serviço Nacional de Saúde, deixando os serviços à beira da rotura.

A administração diz que vem mobilizando enfermeiros de outros serviços, mas reconhece que precisa de muitos mais. Para já garante que não está em causa a qualidade da resposta, o que não quer dizer que não venha a estar.

Por isso, já foi feito o pedido para que a Universidade do Algarve aumente a capacidade formativa. O Sindicato estima que o Serviço Nacional de Saúde precise de 500 enfermeiros.

Últimas Notícias
Mais Vistos