País

Nordeste transmontano tem apenas 1% de água no solo

Loading...
A Câmara de Vinhais já está a abastecer 23 aldeias do concelho, diz o autarca Luís Fernandes.

A Câmara de Vinhais está a reforçar o armazenamento de água por causa da seca. A ideia é abastecer 23 aldeias, diz Luís Fernandes, presidente da Câmara de Vinhais.

Todo o território de Portugal continental atravessa uma fase de seca severa. Todas as regiões entraram em situações alarmantes, mas o nordeste transmontano é a zona que mais preocupa.

A região conta com apenas 1% de água no solo, o valor mais baixo de todo o território nacional.

São já 23 as localidades do concelho de Vinhais que diariamente, ou quase diariamente, são abastecidas por cisternas da Câmara Municipal em conjunto com a corporação de bombeiros local.

Já foram transportados mais de um milhão de litros de água para as aldeias do concelho, revela o autarca. O mesmo conta que em alguns locais o abastecimento terá de ser reforçado para dar resposta às necessidades.

Num momento em que as nascentes e os rios da zona de Vinhais já secaram ou atravessam uma fase bastante crítica em relação ao seu caudal, o autarca reitera que a população tem de fazer um esforço para poupar água para que a situação não escale ainda mais.

A agricultura e a pecuário são atividades com bastante impacto na economia local e as mesmas estão a ser severamente afetadas pela falta de água, o que a longo prazo poderá traduzir-se em efeitos nefastos para as áreas económicas.

Últimas Notícias