País

Banhos desaconselhados em cinco praias de Matosinhos

Loading...
Foram recolhidas amostras de água que ainda estão a ser analisadas.

Os banhos em cinco praias de Matosinhos estão desaconselhados. O alerta surge depois de ter sido detetado um foco de poluição provocado por um incêndio que, na segunda-feira, atingiu uma fábrica de tintas.

As praias do Aterro, Azul, Boa Nova, Fuzelhas e Leça da Palmeira estão, esta quarta-feira, com a bandeira vermelha hasteada. Numa extensão de três quilómetros, a ida a banhos está desaconselhada depois de ter sido detetado um foco de poluição no mar que surgiu na sequência de um incêndio numa fábrica.

"O incêndio aconteceu numa empresa de tintas, diluentes e vernizes. Foi um incêndio de grandes dimensões, no qual foi necessário utilizar muita água", disse Susana Gonçalves, da Proteção Civil.

Não foi possível fazer bacias de retenção no local do incêndio, já que uma derrocada parcial do edifício provocou o derrame de químicos que acabaram por se misturar com a água utilizada para combater o fogo.

Não foi possível canalizar estas águas para as condutas das águas residuais porque estamos a falar de produtos inflamáveis que, em contacto com os gases normais dessas condutas , poderia haver o risco de acontecer uma explosão ao longo da rede. Era um risco muito grande.

Por este motivo, a água utilizada foi para as condutas de águas pluviais que ligam diretamente à ribeira da Boa Nova. A Proteção Civil diz que não era possível fazer de outra forma, tendo em conta a quantidade de água necessária para combater o incêndio e proteger as empresas à volta.

Foram recolhidas amostras de água que ainda estão a ser analisadas. Mas por precaução, e até indicação em contrário, ninguém deve entrar na água, até porque qualquer contacto com a água pode ser perigoso.

Últimas Notícias
Mais Vistos