País

Cadáver encontrado em Almancil é de mulher desaparecida desde junho

Cadáver encontrado em Almancil é de mulher desaparecida desde junho
Stevica Mrdja / EyeEm
Vítima estava desaparecida desde junho.

Os restos mortais encontrados numa mala em Almancil pertencem a uma mulher de 49 anos, residente em Quarteira, que estava desaparecida desde o final de junho.

Loading...

Todos os indícios recolhidos até ao momento apontam para que o cadáver pertença a essa pessoa que estava desaparecida

Os contornos da descoberta

A descoberta foi feita na segunda-feira, pelo dono do terreno onde foi encontrado o corpo. Enfiada num muro de contenção, escondido entre a vegetação densa, uma mala de viagem continha os restos de um corpo em avançado estado de decomposição.

Estaria ali há cerca de um mês, sob o calor tórrido dos dias de verão.

Sandra Andrade era condutora de um veículo de transporte de passageiros e estava desaparecida desde finais de junho, depois de ter saído para realizar um serviço.

Falou pela última vez com a família a 23 de junho. Tinha no dia seguinte um serviço às 08:00. A viatura, já alvo de perícia da PJ, foi encontrada em Olhão quatro dias depois. Estava trancada, com o telemóvel no interior.

Não houve por isso chamadas, mas também nenhum movimento com cartões bancários.

O caso revelava-se até hoje um quebra-cabeças para a investigação.

Últimas Notícias
Mais Vistos