País

GNR apreendeu mais de três toneladas de ameijoa japonesa no Montijo

GNR apreendeu mais de três toneladas de ameijoa japonesa no Montijo

Um homem de 52 anos foi identificado durante uma ação de fiscalização rodoviária.

A Guarda Nacional Republicana (GNR) anunciou este sábado a apreensão, na quinta-feira, mais de três toneladas de amêijoa japonesa, no concelho do Montijo, no âmbito de uma ação de fiscalização rodoviária.

Em comunicado, a GNR refere que os militares da Guarda abordaram um veículo que transportava 3.100 quilos de bivalves em situação irregular, "uma vez que estes não tinham o tamanho mínimo para poderem ser capturados e comercializados".

Durante a ação foi identificado um homem de 52 anos e elaborados os respetivos autos de contraordenação.

Segundo a Guarda, a ação foi realizada pelo Comando Territorial de Setúbal, através do Posto Territorial do Montijo em coordenação com o Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) do Montijo, contando ainda com o reforço do Destacamento de Trânsito (DT) de Setúbal.

Na nota, a GNR relembra que os moluscos bivalves, porque se alimentam por filtração da água, acumulam microrganismos e substâncias químicas.

"Assim, o seu estado de salubridade reflete a contaminação microbiológica e teor em metais tóxicos das zonas onde se encontram, podendo, mesmo, conter níveis superiores aos existentes no meio ambiente", pode ler-se no comunicado.

Por outro lado, alerta também a GNR, "existem perigos químicos associados aos bivalves, como as biotoxinas marinhas que são compostos tóxicos, produzidos por microalgas, que podem causar intoxicações".

Últimas Notícias
Mais Vistos