País

Buscas por desaparecido na barragem de Montargil dificultadas por dimensão da área e baixa visibilidade

Loading...
Pai da menina que morreu no sábado continua desaparecido.

Ainda não foi encontrado o corpo do homem de 33 anos desaparecido na barragem de Montargil, pai da menina de cinco anos que morreu no sábado depois de ter sido resgatada da água em estado grave.

O comandante dos bombeiros de Ponte Sor explicou à SIC Notícias que o trabalho dos mergulhadores está a ser dificultado pela grande dimensão da área de busca e pela falta de visibilidade.

O plano de água é tão extenso que a margem de erro daquilo que nos parece 10 metros à frente ou atrás - quem está na margem – representam no terreno mais de 100 a 150 metros. Para um mergulhador, mesmo a baixa profundidade, a margem de erro é muito grande

Para além da área de busca ser grande, o comandante explica ainda que dentro de água a visibilidade é muito baixa, pelo que os mergulhadores realizam as buscas “tateando” o terreno.

O homem está desaparecido desde a tarde de sábado. O alerta para esta situação foi dado às 15:06. A filha, de cinco anos, ainda foi retirada com vida, mas acabou por morrer no hospital.

Testemunhas relataram que pai e filha estariam a utilizar um barco de borracha na água.

"O senhor estava a nadar e a menina estaria no barco. As testemunhas não se aperceberam do que é que aconteceu a seguir, mas viram o corpo da menina na água e foram uns banhistas que a conseguiram retirar para terra, inconsciente, e depois foram efetuadas manobras de reanimação", relatou a fonte policial.

Últimas Notícias
Mais Vistos