País

Mais de três milhões de cigarros apreendidos pela GNR

Mais de três milhões de cigarros apreendidos pela GNR
Francoise Gebel / EyeEm
Cigarros tinham como destino o mercado de contrabando.

A GNR apreendeu, em Paredes, mais de três milhões de cigarros que tinham como destino o mercado de contrabando e deteve um homem pela prática do crime tributário de introdução fraudulenta no consumo de tabaco, foi hoje anunciado.

Em comunicado enviado à Lusa, aquela força militar refere que se a aquela quantidade de tabaco, 378 caixas, num total de 3,78 milhões cigarros, fosse vendida no mercado de contrabando "teria provocado um dano tributário superior a 700 mil euros" ao Estado, resultante da evasão à tributação incidente em sede de Imposto Especial Sobre o Consumo de Tabaco (IT) e de IVA.

Apreensão de cigarros pela GNR.
DR

Segundo explica o texto, na quarta-feira, no concelho de Paredes, distrito do Porto, no "decorrer de uma ação de fiscalização [...] os militares da Guarda abordaram uma viatura que continha no seu interior 54 caixas de tabaco, as quais acondicionavam cerca de 27 mil maços de tabaco, que não ostentavam estampilha fiscal exigida para a sua comercialização em território nacional", tendo sido detido o condutor da viatura.

No seguimento daquela ação policial, os militares fizeram diligências de investigação que, aponta o texto, "resultaram na identificação de um armazém, alugado pelo suspeito, e no cumprimento de um mandado de busca no mesmo, sexta-feira, tendo sido apreendidas mais 324 caixas de tabaco".

No âmbito desta operação policial resultou ainda a apreensão de um veículo automóvel.

No total, estiveram envolvidos 23 militares do Destacamento de Ação Fiscal (DAF) do Porto e com o reforço do Destacamento de Intervenção (DI) do Porto.

Últimas Notícias
Mais Vistos