País

Mais equipamentos, viaturas, armamento e mobiliário para modernizar PSP e GNR

Mais equipamentos, viaturas, armamento e mobiliário para modernizar PSP e GNR
Há quatro concursos já publicados, e outros tantos em vias de publicação, para reforçar “equipamentos para funções especializadas”, apoiar e modernizar a atividade operacional da GNR e PSP.

O Ministério da Administração Interna (MAI) informa, esta segunda-feira, que “já lançou” oito concursos de aquisição de equipamentos para a Guarda Nacional Republicana (GNR) e a Polícia de Segurança Pública (PSP).

Desses concursos, quatro já foram publicados e quatro estão em vias de publicação em Diário da República. No total, revela o Governo, representam um valor de 3,1 milhões de euros e “abrangem equipamentos para funções especializadas, de apoio à atividade operacional e melhoria das condições de trabalho” das polícias.

Entre os equipamentos previstos estão “a compra de mobiliário para vários postos territoriais da GNR”, bem como, para “o reforço da segurança rodoviária”, a aquisição de monóculos e equipamentos de visão noturna, alcoolímetros, cinemómetros e tacógrafos” quer para a Guarda, quer para a PSP.

No que diz respeito aos quatro concursos ainda em vias de publicação, esclarece o MAI que são “relativos à aquisição de máquinas de recolha de imagens, balanças e equipamento de apoio à atividade operacional” para ambas as polícias.

O MAI saliente que estes concursos são lançados, "um mês após a aprovação do plano de 607 milhões de euros em investimentos nas Forças e Serviços de Segurança até 2026", aprovado no final de julho em Conselho de Ministros.

No total, especifica a tutela, 236 milhões terão como destino "infraestruturas, abrangendo também a aquisição de viaturas (64 milhões de euros), armamento (11,5 milhões), tecnologias de informação e comunicação (250 milhões), equipamentos de proteção individual (15 milhões), de apoio à atividade operacional (5 milhões) e para funções especializadas (22 milhões)".

"Estes investimentos na modernização da GNR e da PSP – que também contribuem para a sua atratividade e consequente rejuvenescimento – dão sequência aos mais de 340 milhões de euros executados entre 2017 e 2021, ao abrigo da Lei de Programação de Infraestruturas e Equipamentos para as Forças e Serviços de Segurança", conclui o MAI.

Últimas Notícias
Mais Vistos