País

Chega pede (também) a demissão de António Lacerda Sales

Loading...
André Ventura afirma que demissão de Marta Temido “é o símbolo do fracasso” da maioria absoluta.

André Ventura disse, esta terça-feira, que a demissão de Marta Temido “é o símbolo do fracasso” da maioria absoluta e que António Lacerda Sales, secretário de Estado Adjunto e da Saúde, também deveria sair.

Entendemos que o próprio António [Lacerda] Sales perdeu muita da sua legitimidade política e deveria hoje [terça-feira] colocar o seu lugar à disposição

O líder do Chega considerou que “António [Lacerda] Sales foi também um dos grandes responsáveis pela gestão do Ministério da Saúde (...) e portanto é também corresponsável pelos casos que se têm sucedido na Saúde”.

Sobre a demissão de Marta Temido, Ventura afirmou que “foi preciso morrer um bebé e (...) uma mulher grávida para que Marta Temido e António Costa percebessem que a ministra já não tinha condições de continuar”.

Esta demissão é o símbolo do fracasso e do desastre desta maioria absoluta

O líder do Chega explicou que “o próximo ministro da Saúde tem que ter experiência na área da Saúde, tem que ser capaz de fazer ao contrário de Marta Temido, capaz de ouvir os profissionais de saúde e não estar em guerrilha permanente com as ordens profissionais ou com os sindicatos das áreas da Saúde”.

Últimas Notícias
Mais Vistos