País

PSD quer que Marta Temido entregue dados sobre mortalidade materna no Parlamento

Loading...
Os deputados do maior partido de oposição argumentam que a mortalidade materna tem registado uma evolução preocupante.

O PSD quer que a Ministra da Saúde, Marta Temido, entregue na Assembleia da República, com urgência, informação sobre a mortalidade materna.

A 19 de julho, os deputados da Comissão de Saúde pediram à Diretora Geral da Saúde que entregasse o relatório sobre a mortalidade materna. Graça Freitas pediu "uns dias" para enviar o documento para o Parlamento, mas já passaram quase dois meses e o relatório continua por entregar.

O PSD não quer esperar mais. Esta quarta feira enviou um requerimento à Ministra da Saúde demissionária a pedir o envio do relatório com a máxima urgência. Argumentam que a mortalidade materna tem registado uma evolução preocupante em Portugal.

Os deputados citam os últimos dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) para dizer que, em 2020, a taxa de mortalidade materna atingiu os 20,1 óbitos por 100 mil habitantes – o valor mais alto dos últimos 38 anos.

Últimas Notícias
Mais Vistos