País

Seca em Portugal: os rios sem água e as barragens vazias

Investigação Expresso

Loading...
Há barragens cada vez mais secas, onde a linha da água fica visivelmente mais baixa a cada ano que passa.

Um trabalho de investigação do semanário Expresso desta semana revela rios sem água e barragens vazias numa viagem por Portugal Continental.

A barragem do Alto Lindoso está 50 metros abaixo da cota e a linha da água está cada vez mais longe dos arbustos que outrora foram o ponto de partida.

Na barragem do Vilarinho, em Terras de Bouro, a aldeia de Vilarinho das Furnas deixou de estar submersa. Agora, com o caudal do rio Lima reduzido ficou a descoberto.

No centro do país, o rio Zêzere, que alimenta o Tejo, reduziu o causal em 20% nos últimos 20 anos. Lá encontram-se barcos ancorados nos cais de embarque e nas plataformas. A população e empresários dizem que o rio se poderá encher de cinzas e lama por causa dos incêndios da Serra da Estrela.

No Algarve, a barragem de Bravura deixou de ser utilizada pelos agricultores. Neste momento, tem um armazenamento de 10%.

Últimas Notícias