País

Avaria obriga a adiar julgamentos em todo o país

Avaria obriga a adiar julgamentos em todo o país
Blanchi Costela
Sistema informático que serve os tribunais foi afetado a nível nacional.

Vários julgamentos foram adiados esta segunda-feira em resultado de uma avaria a nível nacional do sistema de gravação de audiências que está associado ao sistema informático Citius, que serve os tribunais, disse à agência Lusa o Sindicato dos Funcionários Judiciais (SFJ).

De acordo com o presidente do sindicato, António Marçal, a avaria a nível nacional levou ao adiamento das audiências judiciais, o que implicou o adiamento de diversas diligências.

O ocorrido afetou ainda, segundo António Marçal, a tramitação dos processos sumários, que não podendo assim ser resolvidos de forma simples em 48 horas, por não haver sistema de gravação, tiveram que ser remetidos para os diversos departamentos de investigação e ação penal (DIAP), para realização de inquérito, "o que necessariamente trará mais trabalho ao Ministério Público".

O presidente do sindicato disse que este tipo de avaria "ocorre com alguma regularidade", criticando que se esteja a fazer a digitalização da Justiça sem haver "uma solução de raiz de hardware e software", caso contrário "haverá sempre este problema" com o sistema Citius, ao qual têm sido sucessivamente adicionadas novas aplicações informáticas.

Apontou ainda que, por coincidência, a falha no sistema de gravações ocorreu no mesmo dia em que deveria ser introduzido a nível nacional a aplicação informática Chronos, um programa de registo de assiduidade dos funcionários de justiça. A Lusa tentou obter esclarecimentos junto do Ministério da Justiça e aguarda ainda por resposta.

Últimas Notícias
Mais Vistos