País

O último dia do Mercado Temporário do Bolhão

Loading...
Portas encerram este sábado, depois de ter sido visitado por 6,5 milhões de pessoas nos últimos quatro anos.

O Mercado Temporário do Bolhão encerra, este sábado, depois de ter sido visitado por 6,5 milhões de pessoas nos últimos quatro anos.

Aos 82 anos, a dona Emília transportou a Nossa Senhora da Conceição de volta à sua casa, o mercado do Bolhão, num cuidadoso abraço de 10 minutos pelas ruas do Porto, após quatro anos de estadia no mercado temporário.

Emília Augusto disse que os comerciantes fizeram "questão de levar a Nossa Senhora" para o mercado temporário, considerando tal gesto o "ponto fulcral" da transição entre o velho e o renovado mercado do Bolhão.

"Era a Nossa Senhora e o amolador. Eram duas pessoas que nós queríamos que nos acompanhassem. Tivemos com ela quatro anos, como viram, dentro do mercado, mas ela tinha que voltar à casa dela", disse a dona Emília.

Reconhecendo que antigamente, "há 50 ou 60 anos, as coisas eram totalmente diferentes" em termos de devoção religiosa, "hoje em dia não" se verifica o mesmo, mas "a maior parte" dos comerciantes continua devota à Nossa Senhora da Conceição.

O mercado centenário, aberto no início da I Guerra Mundial, foi alvo de uma obra de restauro consignada a 15 de maio de 2018, prevendo-se, à data, um prazo de dois anos para a conclusão dos trabalhos.

O renovado Bolhão, que custou mais 15% em relação aos 22,3 milhões de euros previstos inicialmente, para cerca de 26 milhões, reabre na quinta-feira.

Últimas Notícias
Mais Vistos