País

PJ descarta hipótese de crime no caso de sem-abrigo que sofreu queimaduras

PJ descarta hipótese de crime no caso de sem-abrigo que sofreu queimaduras
NurPhoto
O homem garante que lhe pegaram fogo.

A Polícia Judiciária descartou a hipótese de crime no caso do homem em situação de sem-abrigo que sofreu queimaduras enquanto dormia, no Porto. As autoridades dizem que as lesões foram o resultado de um cigarro mal apagado.

O homem, de 52 anos, disse que lhe pegaram fogo, num túnel pedonal no centro da cidade. Foi transportado na manhã desta quarta-feira para o hospital São João, com queimaduras de segundo grau nas costas e nas mãos.

O caso está a gerar indignação entre as autoridades locais, que estão, neste momento, a investigar a situação.

A Câmara Municipal do Porto já veio a público demonstrar o seu repúdio pelo ato cometido. A autarquia reitera que, independentemente da condição social, todos os cidadãos merecem respeito e dignidade.

Últimas Notícias
Mais Vistos