País

Afinal, caso de sem-abrigo queimado no Porto tratou-se de um acidente

Loading...
Polícia Judiciária já tinha descartado a hipótese de crime.

Um sem-abrigo, de 52 anos, apareceu queimado na madrugada de quinta-feira, num túnel pedonal do centro do Porto. A Polícia Judiciária (PJ) descarta a hipótese de crime por intervenção de terceiros e diz que se trata de um acidente com um cigarro mal apagado.

O acidente provocou queimaduras de segundo e terceiro grau ao sem-abrigo, que está agora internado no Hospital de S. João.

Numa fase inicial e com base no relato do homem - que disse que lhe pegaram fogo enquanto dormia -, chegou a haver suspeitas de crime, descartadas agora pela PJ.

Os dados provisórios de 2021 indicam que há cerca de 9.000 pessoas em situação de sem-abrigo em Portugal. Retirá-las das ruas até 2023 foi uma das bandeiras do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, mas o objetivo está, por enquanto, comprometido devido à pandemia e à atual crise económica.

Últimas Notícias
Mais Vistos