País

Cheiro incómodo e caixotes a abarrotar: relatos de cenário caótico em Lisboa

Loading...
Há relatos de lixo no meio das ruas e até pragas de ratazanas e baratas.

Há vários meses que os lisboetas se queixam de lixo nas ruas e mau cheiro. A Câmara Municipal de Lisboa admite falhas na recolha dos resíduos e fala numa falta de civismo. Um cenário que levou a autarquia a reforçar o pessoal, com mais 220 trabalhadores.

O lixo nas ruas lisboetas tem sido um assunto recorrente no dia-a-dia dos moradores. São constantes as queixas dos habitantes da capital da falta de recolha de lixo e das inconveniências que isso acarreta. Há varias zonas da cidade em que a recolha está a ser feita, mas, em zonas como o Bairro Alto, a recolha não tem sido recorrente.

“Quase lastimável”, são as palavras escolhidas por Bruno Fernandes, proprietário de um estabelecimento no Bairro Alto, para descrever o estados das ruas em alguns momentos, principalmente no fim de semana.

Este não é caso único e, nas redes sociais, as queixas têm-se acumulado nos últimos meses. Para além do cheiro incómodo, há relatos de caixotes a abarrotar, lixo no meio das ruas e até pragas de ratazanas e baratas.

As juntas de freguesia da capital e a Câmara Municipal admitem falhas na recolha do lixo mas atiram também culpas ao civismo, ou falta dele, das pessoas.

Face a este problema, a autarquia de Lisboa já reforçou os serviços de higienização urbana, com a contratação de mais 220 profissionais.

Últimas Notícias
Mais Vistos