País

Viúva de Rendeiro abdica de herança do marido

Loading...

Ex-banqueiro não pagou dívidas de 40 milhões de euros.

A viúva de João Rendeiro abdicou da herança do antigo banqueiro. A renúncia foi feita no início do mês e faz com que Maria de Jesus Rendeiro deixe de ser responsável pelas dívidas do ex-presidente do BPP.

Era a única herdeira de João Rendeiro. Sem filhos nem familiares diretos do antigo banqueiro, coube apenas e só a Maria de Jesus Rendeiro decidir o destino da herança do marido.

A decisão foi tomada a 8 de setembro no Cartório Notarial de Oeiras.

Na declaração a que a SIC teve acesso, Maria de Jesus de Rendeiro repudia a herança aberta pelo óbito do marido e deixa escrito que não tem descendência sucessível.

O documento notarial foi, entretanto, entregue ao Tribunal da Relação de Lisboa.

Sem a herança, Maria de Jesus Rendeiro livra-se das dívidas do marido.

Condenado em 3 processos diferentes, deixou por pagar cerca de 40 milhões de euros. O número é a soma das indemnizações que ficou de entregar à comissão liquidatária do BPP ao embaixador Júlio Mascarenhas e ao Estado, a que se juntam as coimas aplicadas pelos reguladores por conta da atuação que teve quando era presidente do Banco Privado Português.

A viúva de Rendeiro está ainda a ser investigada pelo desvio das obras de arte apreendidas em vida ao marido e também pela alegada dissipação de património num processo que envolve o antigo motorista e o pai, Florêncio de Almeida.

João Rendeiro foi encontrado morto a 12 de maio na prisão de Westville, na África do Sul. Aguardava por uma decisão da justiça quanto ao pedido de extradição das autoridades portuguesas. Tinha 69 anos.

Últimas Notícias
Mais Vistos