País

Se legislativas fossem hoje, PS não tinha maioria absoluta

Sondagem SIC/Expresso

Loading...
Quase metade dos inquiridos na sondagem SIC/Expresso dão avaliação negativa ao Governo.

Se as eleições legislativas fossem hoje, o Partido Socialista não conseguia a maioria absoluta, aponta uma sondagem do ICS e do ISCTE para a SIC e para o Expresso, que dá aos socialistas uma diminuição de quatro pontos percentuais em relação ao resultado obtido a 30 de janeiro.

Mesmo assim, o secretário-geral socialista continua a ser o único dos líderes partidários com avaliação positiva - 5,3 numa escala de 1 a 10 -, mas é o valor mais baixo desde que estas sondagens começaram a ser feitas, em fevereiro de 2019. A nota mais baixa a nível individual vai para Jerónimo de Sousa, que cai para os três pontos.

A nível partidário, o PSD, avaliado pela primeira vez desde que Luís Montenegro sucedeu a Rui Rio, mantém-se nos 28%. O CDU e o Bloco de Esquerda não mexem, enquanto o Iniciativa Liberal baixa quase dois pontos percentuais, até aos 3% de intenção de voto. O Chega subiria quatro pontos, consolidando a terceira posição com 11%. O PAN ficaria com 3%.

Este estudo foi coordenado pelo ICS e pelo ISCTE. O trabalho de campo da GFK Metris foi realizado entre os dias 10 e 18 de setembro com base em 807 entrevistas válidas. A margem de erro máxima é de +/- 3,5%. O nível de confiança é de 95%.

Últimas Notícias
Mais Vistos