País

Exército português e exército espanhol cumprem exercícios militares conjuntos

Loading...
Objetivo é testar as capacidades de defesa nuclear e radiológica dos dois países em tempos de guerra.

Duas centenas e meia de militares portugueses e espanhóis participaram esta quarta-feira num exercício internacional em Mafra. O objetivo é testar as capacidades de defesa nuclear e radiológica dos dois países em tempos de guerra.

Está a decorrer em Mafra, ao longo de cinco dias, um treino conjunto entre o exército português e o exército espanhol. Ambos os militares ibéricos lidam com cenários de suspeita de contaminação radioativas e também de um sismo de elevada magnitude. Estes treinos, levados a cabo pelos 250 militares, têm como foco reforçar as capacidades de defesa nuclear, biológica, química e radiológica dos dois países em tempo de guerra.

Apesar de tudo não passar de um teste, a exigência é elevada. Os militares têm de agir rapidamente para identificar e atenuar as consequências adversas graves para a segurança e saúde humanas.

Contrariamente a Portugal, em Espanha a legislação não permite realizar exercícios com agentes radioativos reais. Por esse motivo, as tropas do país vizinho têm de deslocar-se ao território nacional para executar este género de treinos, fator benéfico segundo os militares espanhóis.

“É uma motivação e algo que faz com que tenhamos uma melhor preparação”, garantiu Alvarez Esteban, militar espanhol envolvido nos exercícios.

Em Mafra, no terreno, estão 20 entidades, tais como a Proteção Civil e a Agência Portuguesa do Ambiente pelo décimo ano consecutivo.

Últimas Notícias