País

"A lei não nos protege": mais de 50 guardas foram agredidos nas prisões

Notícia SIC

Loading...
Um guarda prisional relata à SIC as agressões que sofreu.

Mais de 50 guardas prisionais foram agredidos este ano dentro das cadeias, o dobro em relação ao mesmo período do ano passado. Uma das vítimas, em entrevista à SIC, acusa o Governo de desinvestir nos serviços prisionais e de nada fazer para travar as agressões dos reclusos.

Um guarda prisional, cuja identidade prefere preservar, sofreu um hematoma no rosto e ficou com o braço ferido durante uma rusga a uma cela, o que obrigou a um tratamento hospitalar. Com duas agressões, o guarda passou a ser seguido com regularidade por um psiquiatra.

Os guardas acusam o Governo de desinvestir nos serviços prisionais e de nada fazer para travar as agressões dos reclusos.

"A lei não nos protege. É quem nos devia proteger. O próprio Estado não nos protege. Eu costumo dizer que nós somos carne para canhão".

As agressões a guardas prisionais aumentaram. São sobretudo homens, mas há também mulheres agredidas por reclusas.

Últimas Notícias