País

Verão passou mas constrangimentos nas urgências mantêm-se de norte a sul

Loading...
Urgências de obstetrícia irão encerrar durante os próximos dias. Saiba que hospitais estão a ser afetados.

Avizinham-se constrangimentos em mais hospitais. O Barreiro e a Guarda vão estar sem atendimento urgente a grávidas durante o fim de semana devido à falta de médicos.

Depois de ter estado encerrado durante 24 horas, o bloco de partos do Hospital Nossa Senhora do Rosário, no Barreiro, voltou à normalidade às 9:00 desta sexta-feira, mas não será por muito tempo. Este sábado, o serviço voltará a não estar disponível a partir das 21:00 e até às 21:00 de domingo.

Encerrado, como a SIC já tinha informado, está o serviço de urgência de obstetrícia do Hospital Beatriz Ângelo, em Loures, que cessou temporariamente às 8:00 desta sexta-feira e só voltará a abrir às 8:00 de sábado.

No total, estes serviços já estiveram encerrados mais de 35 horas só esta semana.

Mais a Norte, no distrito da Guarda, o bloco de partos do Hospital Sousa Martins também estará encerrado de 9:00 de hoje e até às 9:00 de sábado.

Verão passou mas constrangimentos continuam

Esta semana outro centro hospitalar que registou constrangimentos foi o Hospital de Portimão. O bloco de partos encerrou durante 12 horas entre quinta e esta sexta-feira. Nas Caldas da Rainha, as urgências de obstetrícia e ginecologia, e bloco de partos, encerraram entre quarta-feira à noite e quinta-feira de manhã.

Todas estas falhas nos serviços de prestação de cuidados a grávidas devem-se à falta de médicos especialistas. A situação agravou-se no o verão, e desde então, ocasionalmente afeta vários hospitais de todo o país.

As grávidas que necessitem de cuidados urgentes devem encontrar alternativas e consultar os horários de funcionamento disponíveis no portal do SNS.

Últimas Notícias