País

Implicação na "Operação Teia" será "esclarecida", diz Luísa Salgueiro

Loading...

Autarca de Matosinhos constituída arguida no âmbito da "Operação Teia".

A presidente da Câmara de Matosinhos e da Associação Nacional de Municípios, Luísa Salgueiro, acredita que a sua implicação na "Operação Teia" como arguida "será esclarecida rapidamente", defendendo a legalidade da contratação da anterior chefe de gabinete.

"Luísa Salgueiro acredita que toda esta questão será esclarecida rapidamente, não invalidando o dano moral e reputacional entretanto causado", pode ler-se num comunicado enviado pelo Gabinete de Apoio à Presidência da Câmara de Matosinhos, no distrito do Porto.

O comunicado da autarquia liderada por Luísa Salgueiro, que também é presidente da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP), confirma que a autarca foi constituída arguida no caso "Operação Teia", no dia 24 de outubro de 2022.

Em causa está a nomeação de Marta Laranja Pontes para chefe de gabinete. A autarca é suspeita de não ter cumprido os requisitos legais e de ter agido apenas por influência pessoal nesta contratação. Luísa Salgueiro está com Termo de Identidade e Residência e ainda não foi ouvida no processo.

Últimas Notícias
Mais Vistos