País

GNR apreende máquina de jogo ilegal em papelaria na Maia

GNR apreende máquina de jogo ilegal em papelaria na Maia

Duas pessoas foram constituídas arguidas.

A GNR do Porto apreendeu, esta segunda-feira, uma “máquina de jogo ilegal” que estaria a ser explorada numa papelaria da Maia. Duas pessoas foram constituídas arguidas.

Um homem de 56 anos, que estaria a jogar na máquina, e uma mulher de 46, proprietária do estabelecimento, foram constituídas arguidas pela “prática e exploração ilícita de jogo”. O caso foi comunicado ao Tribunal Judicial da Maia.

A apreensão decorreu na sequência de uma fiscalização a estabelecimentos comerciais no concelho da Maia. Os militares da GNR verificaram que “numa papelaria se encontrava um homem a jogar numa máquina de jogo ilegal”.

“Durante a ação, o equipamento foi apreendido, bem como uma quantia de 46 euros em numerário que se encontrava no seu interior”, pode ler-se no comunicado enviado às redações.

As autoridades lembram que a dependência no jogo “é reconhecido como uma patologia”, alertando a população para os sinais.

“É comum que aqueles que sofrem desta perturbação ponham em risco o seu trabalho, contraiam grandes dívidas, acabando por inviabilizar a sua interação com a sociedade e adotem um comportamento autodestrutivo”, avança a GNR, sublinhando a importância da “fiscalização contínua”.

Últimas Notícias
Mais Vistos