País

Sindicato da PSP critica "comportamento desadequado" de Santos Silva

Augusto Santos Silva, presidente da Assembleia da República.
Augusto Santos Silva, presidente da Assembleia da República.
JOSE SENA GOULAO

Em comunicado, o gabinete de Santos Silva desvalorizou o incidente na altura.

O Sindicato dos Profissionais de Polícia acusa o presidente da Assembleia da República de ter tido um comportamento desadequado quando ordenou, repetidas vezes, que os agentes abrissem as galerias do Parlamento.

Na quinta-feira, Augusto Santos Silva pediu três vezes a um agente da autoridade, no início do plenário, para abrir as galerias do Parlamento avisando que isto teria de ser cumprido "imediatamente". O dia esteve marcado por uma manifestação de polícias.

Em comunicado, o gabinete de Santos Silva desvalorizou o incidente na altura e diz que se tratou apenas de uma "dificuldade técnica de comunicação", "sem outro significado".

Já o Sindicato indica que o comportamento do presidente da Assembleia se junta ao que apelida de “ataques diários contra os profissionais da PSP”. Refere ainda um "sentimento de impunidade", que se manifesta em "continuadas agressões" sofridas pelas forças de segurança.

Últimas Notícias
Mais Vistos