País

Fechou o último armazém de sal de Aveiro

Loading...

A salineira aveirense encerrou no dia 31, depois de mais de seis décadas de história.

Quase 70 anos de existência da Salineira Aveirense terminaram com dois ou três sacos de sal, apenas para amostra. Os armazéns de sal, de João e Célia, chegaram a armazenar 300 toneladas de sal aveirense. O negócio termina por uma conjugação de razões.

Eram, em meados do século passado, apenas dois dos vários armazéns que se alinhavam no Canal de São Roque. Décadas em que o sal marinho, vendido a retalho, era muita da vida de Aveiro.

Contudo, a proprietária, Maria do Sal, morreu e o filho João já não tem condições para continuar o negócio. Para além disso, há pouco sal na cidade e os rendimentos, insuficientes, já não garantem continuidade.

No dia 31 de dezembro, fechou a porta da Salineira Aveirense.

Últimas Notícias