País

"A Educação chegou a um ponto de rutura"

Loading...

FENPROF já reagiu ao pedido de parecer do Ministério da Educação à PGR.

Dezenas de docentes cumprem a segunda noite de protestos em frente ao Ministério da Educação, em Lisboa. Estão fartos da precariedade no ensino em Portugal e querem um acordo que melhore as condições de trabalho de todos os professores.

A vigília vai continuar até dia 13 de janeiro. O Ministério da Educação pediu esta terça-feira m parecer à Procuradoria-Geral da República (PGR), para averiguar a legalidade das greves dos professores em curso.

Para além do pedido enviado à PGR, o Governo também pediu um parecer ao JurisApp - Centro de Competências Jurídicas do Estado.