País

Jamila Madeira esteve registada como lobista ativa na UE

Loading...

Deputada do PS é acionista de cinco grandes empresas na área da energia e das telecomunicações e chegou a fazer lobi pela REN junto da UE.

É mais um dado para a polémica que envolve a deputada socialista Jamila Madeira. Sabe-se agora que representou a REN na União Europeia e esteve mesmo registada como lobista ativista entre 2012 e 2013. Ao mesmo tempo, tem ações de cinco empresas na área da energia e das telecomunicações.

Jamila Madeira só suspendeu as funções de consultora da REN depois de ter sido noticiado que acumulava o salário na empresa com o de deputada. Exceção feita ao ano em que foi secretária de Estado porque no Governo o regime é de exclusividade, como deputada, desde 2015 que manteve as duas atividades. Mas já antes, avançou o Público, esteve registada como lobista ativa junto das instituições europeias.

Depois de ter sido eurodeputada, entre 2002 e 2009, o jornal refere que o nome de Jamila Madeira está no registo da transparência europeu como lobista da REN, entre junho de 2012 e julho de 2013.

Mais. A REN assume que até há três semanas a deputada fazia a ligação da empresa com agências europeias na área da energia e assegurando contactos com a Comissão, o Parlamento Europeu e outras organizações.

É mais um elemento que vem somar-se à polémica da acumulação de funções e depois da SIC ter revelado que Jamila Madeira é acionista em cinco grandes empresas da área da energia e das telecomunicações.

A declaração de rendimentos que a SIC consultou no Tribunal Constitucional mostra que tem participação além da REN, na EDP e na Galp.

Enquanto deputada, votou diplomas relacionados com as empresas da energia, apesar de ter respondido à SIC que nunca participou em nenhuma votação que pudesse considerar uma situação concreta de conflito de interesses tal como a lei define. Mas nunca terá pedido escusa nem apresentado qualquer declaração de voto.

Últimas Notícias
Mais Vistos
</